One Piece RPG
III - Diante da Lei - Página 3 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Phantom Blood
III - Diante da Lei - Página 3 Emptypor Licia Hoje à(s) 02:53

» Escaping Mean! Run Ria, Run!
III - Diante da Lei - Página 3 Emptypor Milabbh Hoje à(s) 02:29

» [LB] O Florescer de Utopia III
III - Diante da Lei - Página 3 Emptypor Vincent Hoje à(s) 01:08

» As mil espadas - As mil aranhas
III - Diante da Lei - Página 3 Emptypor jonyorlando Hoje à(s) 00:42

» Noskire M. Hughes
III - Diante da Lei - Página 3 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 00:28

» Yami Sukehiro
III - Diante da Lei - Página 3 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 00:22

» Yami Sukehiro
III - Diante da Lei - Página 3 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 00:21

» [Ficha] Kuze Kyoji
III - Diante da Lei - Página 3 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 23:43

» Vivian Strongwill
III - Diante da Lei - Página 3 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 23:37

» The One Above All
III - Diante da Lei - Página 3 Emptypor CrowKuro Ontem à(s) 23:18

» II - Growing Bonds
III - Diante da Lei - Página 3 Emptypor Vincent Ontem à(s) 22:41

» Busca Implacável
III - Diante da Lei - Página 3 Emptypor GM.Noskire Ontem à(s) 22:07

» Do ferro ao aço
III - Diante da Lei - Página 3 Emptypor Anjodk Ontem à(s) 21:42

» 1º Ato - O Despertar
III - Diante da Lei - Página 3 Emptypor Chaitanya Mahaprabhu Ontem à(s) 21:39

» MINI - Abraço de Urso
III - Diante da Lei - Página 3 Emptypor TheJoker Ontem à(s) 20:34

» ブルーベリーパイ ~ Blueberry Pie
III - Diante da Lei - Página 3 Emptypor Skÿller Ontem à(s) 20:24

» Fanalis B. Ria
III - Diante da Lei - Página 3 Emptypor GM.Noskire Ontem à(s) 20:19

» Enuma Elish
III - Diante da Lei - Página 3 Emptypor GM.Furry Ontem à(s) 20:12

» 1º Cap: O começo de uma grande aventura
III - Diante da Lei - Página 3 Emptypor JaponeisLK Ontem à(s) 19:54

» Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem...
III - Diante da Lei - Página 3 Emptypor Pippos Ontem à(s) 19:53



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 III - Diante da Lei

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 53
Warn : III - Diante da Lei - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 26
Localização : 1ª Rota - Karakui

III - Diante da Lei - Página 3 Empty
MensagemAssunto: III - Diante da Lei   III - Diante da Lei - Página 3 EmptySex 31 Ago 2018, 21:43

Relembrando a primeira mensagem :

III - Diante da Lei

Aqui ocorrerá a aventura do(a) marinheiro Karyo Shen. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Ficha | Aventura

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: Regras | Mudanças Importantes | Crie seu Personagem | Mini-Aventuras
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Kekzy
Tenente
Tenente


Data de inscrição : 06/11/2013

III - Diante da Lei - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: III - Diante da Lei   III - Diante da Lei - Página 3 EmptySex 26 Out 2018, 12:34


Karyo Shen

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Era complicado me apartar de Elena assim. Me dava um aperto no peito, mas era necessário obedecer todos os procedimentos formais. Eram nossos últimos momentos juntos naquele lugar e só os deuses sabem quando voltariamos a nos ver novamente. Arfei, passando as mãos entre os cabelos. "O cenário mudou e há mais coisas a se considerar antes de partir..." - ponderava. Queria checar qual era a relação dos Feurbachs com a tal história do Rei Mendigo. Talvez os próprios pudessem nos oferecer alguns indícios por onde começar. Ou talvez fossem o próprio começo.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Conhecer o Sargento Cory me dava um novo ânimo, apesar dele não fazer, de primeira vista, o tipo de marinheiro o qual eu apreciava. Muito desleixado e de ar despretencioso, ainda que prestativo — Não fui eu que a parei sozinho, as histórias ganham um ar maior do que realmente as coisas são. Comandei um destacamento e parei os seus oficiais, mas a chefona ficou nas mãos do Capitão Eric, Bolton, o caçador e do Agente Matty Tuudus. Ela morreu em minhas mãos, mas não a matei - explicava. Não havia motivos para sustentar falsas condecorações e fantasias sobre os meus feitos. Eu era quem eu era - da forma mais simples que podia dizer essas palavras - e só. Um homem que vivia de verdades, e não de mentiras — Estarei lá em breve - respondia, me referindo à nossa partida para The Wonderful Land.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]"As histórias ganham um ar maior do que realmente as coisas são..." - repetia as palavras que acabava de dizer em minha mente. Eram algo para se tomar nota e bastante cautela. Com elas em mente, podíamos seguir em frente quanto ao mistério que rodeava essa fábula do Rei Mendigo. Junto a elas, misturava-se em minha cabeça a expressão de Elena. Estaria eu sendo rígido demais? Injusto demais com a situação? Desumano? Não... estava preparando-os para a vida... Diferente de Elena, eu não havia vindo de um berço de ouro. Serviçais, banquetes, etiqueta... nunca conheci essas coisas. Vim de baixo, forjando o meu caminho à punhos de ferro, rigor e vontade. As minhas cicatrizes não me deixavam mentir.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Observei os recrutas se alinharem. Apenas Adam e William não estavam ali, mas os outros três irmãos mantinham-se em pé. Mas nem tão em pé assim. Percebia como eles estavam trêmulos e cansados. As minhas palavras não foram suficientes para trazê-los de volta a si. Mesmo assim, eles seguiam em frente. "Serão ótimos marinheiros, tenho certeza... - ajustei o boné da marinha. Se podia fazer algo por eles no momento, era me aproximar dos marinheiros que os caçoavam. E assim faria. Chegaria de passos pesados, batendo a haste da foice no chão e olhando-os para intimidá-losSe estão rindo, creio que esteja sobrando tempo e energia, não é mesmo? - olharia para os soldados — Dez voltas! Comecem, agora! - ordenaria, com um tom imperativo. Não daria vida fácil para esses marinheiros — Vocês com certeza podem fazer melhor que uns novatos. Então, melhor, por suas honras, doze voltas! - mandava. A disciplina devia ser feita de forma árdua e, às vezes, incomplacente com certas atitudes.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Daria palavras de incentivo quando eles tivessem passado da metade do desafio, enquanto cobraria rigorosamente dos outros marinheiros caçoadores. Preferia que homens assim não estivessem na marinha. Estava de saída, mas deixaria aqui as minhas sementes. Tinha certeza de que Elena também desaprovaria suas atitudes, talvez até agissemos da mesma forma diante disso, apesar das divergências. Quando tudo acabasse, chamaria-os — Em fila! - esperaria — Sei que podem estar odiando tudo isso agora - aguardaria suas expressões — Mas não mentirei para vocês. Vocês possuem um grande futuro, se decidirem explorar o potencial de cada um. Para vocês, a vida de marinheiro não se resumirá a ficar plantado no quartel, fazendo guardas e sendo sentinelas. Não, o mundo precisará de vocês; eu precisarei de vocês. Para nós, que decidimos seguir sempre em frente, o caminho é árduo. Às vezes, cruel. Espero que tenham isso em mente - respiraria, olhando no olho de cada um — Agora se dirijam ao refeitório, recrutas - diria — Suas coisas serão entregues em breve - me despediria, virando-me e indo atrás de Gunter.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]No caminho, chamaria os primeiros quatro soldados que estivessem próximos, pedindo-os para trazerem quatro novos uniformes de soldados, junto a quatro espadas longas de nosso arsenal — Levem até o refeitório e recebam os novatos. Falem com a Sargento Elena antes, estarei lá em breve - comandaria. Encontrando Gunter, deliberaria — Se ele é real ou não, iremos descobrir. Irei saudar os novos marinheiros e partirei para o navio. Se quiser ir indo e juntando informações sobre, seria bom. Tenho certeza que o Sargento Cory possui algo a dizer-lhe a respeito - me dirigiria até o refeitório logo depois.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Ficaria próximo de Elena — Creio que todos passaram por sua avaliação? - indagaria, já assentindo que haviam me deixado satisfeito. Quando estivesse com tudo em mãos, chamaria pelos homens — Sejam bem-vindos à marinha - vos diria, entregando o uniforme e a medalha aos meus — Não poderei acompanhá-los, pois estou de partida para The Wonderful Land, mas tenho certeza que estarão em boas mãos - profetizaria. Havia citado a ilha da Grand Line a fim de checar se algum deles possuia assuntos não resolvidos ou o desejo de ir para lá. Se houvesse, e ele fosse intenso, diria — Pois siga-me. Estamos deixando Lvneel agora - partiria, fazendo uma grande e demorada vênia para minha companheira Selene — Até mais tardar. Deixe o meu obrigado ao Capitão Eric - daria adeus; talvez o meu último. Não queria mais saudosismo que isso. Era necessário sempre seguir em frente. E por essa razão que decidia levar quem quisesse comigo, desde que possuíse pendências lá. Era necessário enfrentar seus próprios medos e desafiar as paredes que se erguiam em nossas vidas. Só assim podíamos crescer.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Partiria em direção ao navio, deixando para trás todas as memórias e despedidas ainda a serem feitas. "Adeus, Lvneel" - pensaria, olhando para trás, enquanto andaria naquelas ruas as quais já havia me familiarizado.



Citação :

Nome do Player: Karyo Shen
Nº de Posts: 10
Vantagens: Liderança; Adaptador; Voz Encantadora; Ambidestro.
Desvantagens Código da Honestidade; Código dos Heróis.
Perícias: Forja; Intimidação; Engenharia.
Ofício: N/A
EdC: Ceifador

Ganhos: 1x missão (?).
Perdas:

NPC's: Willian Feurbach; Ulrich Feurbach; Marcus Feurbach; Thomas Feurbach; Adam Feurbach; Sargento Cory; Capitão Beethoven.
Extras:









Objetivos






Spoiler:
 



Voltar ao Topo Ir em baixo
Kenshin Himura
Cabo
Cabo
Kenshin Himura

Créditos : 9
Warn : III - Diante da Lei - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 22/04/2012
Idade : 24

III - Diante da Lei - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: III - Diante da Lei   III - Diante da Lei - Página 3 EmptyDom 18 Nov 2018, 04:35


O sargento Karyo estava tendo seus últimos momentos na ilha, estava empolgado, não apenas com seus recrutas enfim entrando na marinha, como a futura viagem para a Grand Line que estava pela frente estava. A cerimonia de ingresso dos novos marinheiros era dada início vários soldados estavam perto além de alguns superiores, Karyo se mostrava um oficial bastante duro com todos aqueles que já estiveram sob seu comando, a cerimonia seguia até seu fim, já era meio da tarde e assim o jovem marinheiro tinha que partir.

Se despedindo de alguns dos seus companheiros o mesmo seguia em direção do porto para enfim dar inicio a suas novas aventuras, passava pelas ruas que outrora eram palcos de suas missões, tais missões que fizeram ele ser selecionando para ir ao mar aonde somente os mais fortes navegam, de longe ele poderia ver um gigantesco navio da marinha atracado no porto. Sem demoras estava diante do mesmo, diversos marinheiros estavam por toda parte de soldados a sargentos todos carregando caixotes ou preparando o navio para zarpar.

Karyo subia até o convés aonde podia ver todos os marinheiros trabalhando arduamente, em um posto mais elevado ele via uma jovem garota de cabelos loiros com uma prancheta nas mãos dando ordens para vários outros marinheiros em sua volta. O tom de voz da garota era bastante firme e bastante incisivo parecia que a mesma tinha costume em estar naquela posição, com o tempo os marinheiros iam tomando suas posições de trabalho no navio, Karyo podia ver em seu ombro direito o símbolo de tenente, em seguida a garota olhava fixamente nos olhos do sargento falando.

- Ei você, vai ficar parado ai? Ou vou ter que ir ai enfiar as tarefas em sua cabeça? O tom um tanto rude da garota era notável, a mesma caminhava até o jovem sargento o analisando dos pés a cabeça. – Você deve ser um dos novatos! Bom como chegou agora sua cabine e a numero 204, pode ir lá deixar suas coisas depois volte temos muitas coisas para resolver ate chegarmos ao nosso destino! A garota tirava um papel da prancheta, Karyo via um formulário aonde tinha seus dados preenchidos com o numero de sua cabine. – Depois que se acomodar traga isso para mim teremos uma reunião com o capitão e o resto dos oficiais!
Tenente:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Sempre estarão comigo:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.onepiecerpg.com/t33737-cla-shadows-league
Kekzy
Tenente
Tenente
Kekzy

Créditos : 46
Warn : III - Diante da Lei - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 06/11/2013
Idade : 21
Localização : Utopia - 7ª Rota

III - Diante da Lei - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: III - Diante da Lei   III - Diante da Lei - Página 3 EmptyDom 18 Nov 2018, 17:57


Karyo Shen

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]O meu caminho estava decidido e eu estava resoluto. Iria embarcar naquela jornada junto a Gunter, o meu fiel companheiro. Estava até ansioso para que meus pés pisassem no convés da embarcação a qual fui destinado — Sargento Karyo se apresentando, senhora! - bateria continência assim que fosse recebido pela pessoa que foi designada a ser a minha superior. Não esperava que o Capitão Beethoven estivesse ali, em pessoa, mas resolvendo os tantos problemas em The Wonderful Land, os quais me levaram a ser por ele convocado.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Não me surpreendi quando entrei na embarcação e encontrei lá a Tenente, como sua medalha indicava. Ainda não sabia quem era, mas logo mais descobriria — Sou eu o novo marinheiro, sim, e ainda resta outro que está por vir. Não pretendo ficar um momento sequer parado, senhora, fico feliz que o ambiente não seja desleixado. Como posso chamá-la, Tenente? - faria uma reverência — Me retirarei, para logo mais voltar - deixaria o convés, indo em direção à cabine indicada. "Cabine 204..." - procuraria por ela, me lembrando de quando já estive em uma dessas embarcações, apesar de quase toda a minha carreira ter sido erguida enquanto em terra.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Encontrando o lugar ao qual me foi indicado, guardaria a minha bolsa sobre uma das camas, a qual seria a minha. Lá estavam os meus poucos pertences. No entanto, manteria a minha sagrada foice comigo. Era necessário estar preparado. Um marinheiro desarmado pode ser facilmente surpreendido pela imprevisibilidade e loucura dos piratas. Tempos difíceis, hei de convir, ainda que Lvneel estivesse mais calma e menos violenta nos últimos tempos.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Se a viagem de Wars Island para Lvneel havia sido cansativa, não fazia ideia o quanto o caminho até a Grande Rota podia ser cansativo. Tinha certeza de que seria, mas o quanto, ainda era um mistério. "Acho que embarcações nunca foram o meu forte. Prefiro a terra firme, onde posso pisar forte com os meus pés bem fincados no chão... - refletia. Era uma reflexão importante para o meu futuro, pois sabia que teria que decidir, ora ou outra, se montaria uma base e a comandaria ou navegaria, levando a justiça aos sete mares.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Daria uma breve olhada no cômodo. Caso não estivesse sozinho ali, cumprimentaria quem me fizesse companhia. Ordeiro como sou, me certificaria de que a cama estivesse arrumada de maneira mais militar possível. Se alguém não consegue deixar a própria cama arrumada, não há chance alguma de que consiga arrumar a sua vida. Uma das preciosas lições que aprendi desde pequeno, com o meu finado pai.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Após deixar os meus pertences na cabine 204, voltaria para a companhia da Tenente, a qual me passara uma impressão bastante possante. Era esse tipo de marinheira que gostava - mas também foi o tipo que mais odiei; afinal, Elena Eisenberg era uma Tenente de grande presença. Uma característica notável, é claro, mas apenas se usada para o bem — Quais são as ordens, Tenente? - indagaria, já me adiantando a fazer o que ela solicitasse ou, como informado antes, a seguiria até a sala onde aconteceria a dita reunião entre os oficiais.


Citação :

Nome do Player: Karyo Shen
Nº de Posts: 11
Vantagens: Liderança; Adaptador; Voz Encantadora; Ambidestro.
Desvantagens Código da Honestidade; Código dos Heróis.
Perícias: Forja; Intimidação; Engenharia.
Ofício: N/A
EdC: Ceifador

Ganhos: 1x missão (?).
Perdas:

NPC's: Willian Feurbach; Ulrich Feurbach; Marcus Feurbach; Thomas Feurbach; Adam Feurbach; Sargento Cory; Capitão Beethoven.
Extras:









Objetivos






Spoiler:
 




____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.][Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Ficha - Karyo Shen, Ceifador Branco
I - Goatman Kill Streak
II - Do Espírito das Leis
III - [Divine Tools] Juntando as peças!
IV - Diante da Lei
V - Zarpando para Utopia!
VI - Caos em Utopia!
VII - [LB] O Florescer de Utopia
VIII - [LB] O Florescer de Utopia II
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kenshin Himura
Cabo
Cabo
Kenshin Himura

Créditos : 9
Warn : III - Diante da Lei - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 22/04/2012
Idade : 24

III - Diante da Lei - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: III - Diante da Lei   III - Diante da Lei - Página 3 EmptySex 23 Nov 2018, 07:11


Karyo se encontrava no gigantesco navio da marinha, conseguia ver que as ordens naquele lugar eram bastante duras, o necessário para que aquela gigantesca embarcação funcionasse normalmente. Após uma breve conversa com a tenente que estava comandando no convés ela se pronunciava, seu nome era Latrice, logo em seguida o novato se virava indo em direção aos seus novos aposentos.

Ao andar pelos corredores, podia ser vários soldados trabalhando, seja na limpeza do navio, ao preparo para que a embarcação pudesse seguir viagem, seguindo cumprimentando os marinheiros a sua volta o jovem Karyo descia uma escadaria ate os dormitórios, não demorava encontrar o seu quarto. O local estava impecável, cada cama tinha uma plaquinha identificando o nome do dono, além do sargento, poderia se encontrar mais alguns soldados guardando suas coisas, ambos se cumprimentavam, mas não tinham muito no que falar.

Assim o navio zarpava indo em direção ao seu novo destino Grand Line, Karyo agora acomodado voltava para o convés do navio, a tarde ensolarada poderia ver a ilha de Lvneel ficando cada vez mais distante, o jovem marinheiro seguia ate a tenente que o olhava da cabeça aos pés novamente, junto dela se encontrava mais alguns sargentos.

- Porque demorou tanto? Enfim, vamos temos uma reunião para delegar as funções de vocês e explicar oque iremos fazer na Grand Line! A mesma dava uma pausa batendo com sua caneta na prancheta e a guardando. – Vamos! Com a palavra de ordem a tenente se virava seguindo para a parte superior do navio aonde tinha uma sala com a plaquinha escrita “Salão de reuniões”. O grupo adentrava na sala, poderia ser visto uma gigantesca mesa oval com mais de 30 cadeiras, quase todas eram preenchidas por mais ou menos 20 sargentos na ponta da mesa encontrava uma cadeira mais ornamentada provavelmente destinada ao capitão que não se encontrava no local, em frente a um gigantesco quadro com varias paleadas, dentre elas mapas cartazes de recompensa dentre vários outras informações, se encontrava a tenente mais duas pessoas, um garoto que não aparentava ter a idade para estar ali dentre vários marinheiros, o mesmo estava com as vestes mais formais possível, e um rapaz de cabelos esbranquiçados com roupa de marinheiro com o brasão de tenente, mas o mesmo se vestia um tanto desleixado.

- Bom como a maioria daqui sabe sou a Tenente Latrice uma das comandantes desse navio, estou aqui primeiramente para dar as boas vindas aos oficiais da frota da marinha de numero 521 comandada pelo capitão Beethoven, o mesmo não pode estar aqui por causa de alguns motivos pessoais. A mesma finalizava suas palavras com o tenente de cabelos brancos dando um passo a frente logo se pronunciando.

- Sou o tenente Rods, é o seguinte sou o comandante de combate minha decisão é unanime perante a batalhas contra inimigos, e é isso ai! O homem falava bastante informalmente perante ao resto dos oficiais.

Quando a criança que estava na frente de todos aqueles marinheiros logro começava a se pronunciar. – Muito bem! Sou o agente Cristopher, designado a vigiar e ajudar na coordenação da missão até a ilha, já que meus superiores têm interesse que aquela ilha volte ao controle do governo! O garoto que terminava de falar se sentava na cadeira que era destinada ao capitão.

- Muito bem, como sabem estamos indo para Wonderful Land! Latrice voltava a ter o comando da conversa enquanto entregava uma folha de papel para cada sargento no recinto. – Estamos indo para lá afim de sermos os reforços da ilha e tentar amenizar o caos que uma velha lenda está causando, a população lá está apavorada então se preparem para encontrar dos mais doidos aos mais céticos civis da ilha. A mesma dava uma pequena pausa voltando para frente do quadro. – Nos papeis estão as suas funções no navio e quando estivermos chegando na ilha voltem para cá para podermos decidir mais algumas coisas, Dispensados!

Os sargentos começavam a sair da sala indo para seus respectivos postos Karyo lia o papel e via seu nome ordenando a liderar o grupo de marinheiros que se encontrava no arsenal do navio, agora o jovem sargento estava livre para fazer seus deveres e perambular pelo navio.
Tenente Rods:
 
Agente cristopher:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Sempre estarão comigo:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.onepiecerpg.com/t33737-cla-shadows-league
Kekzy
Tenente
Tenente
Kekzy

Créditos : 46
Warn : III - Diante da Lei - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 06/11/2013
Idade : 21
Localização : Utopia - 7ª Rota

III - Diante da Lei - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: III - Diante da Lei   III - Diante da Lei - Página 3 EmptySeg 25 Fev 2019, 16:35


Karyo Shen

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Não sabia se me sentia decepcionado ou aliviado de nenhum dos cinco irmãos ter embarcado comigo nesta empreitada. Um lado meu, o de marinheiro nato, dizia-me que um homem corajoso teria agarrado a oportunidade; em contrapartida, meu outro lado, mais sensato, podia respirar mais tranquilo, pois eles não eram nada mais que recrutas, apesar de possuírem um futuro promissor. Seria possível que me atrapalhassem mais do que ajudariam; mas, apesar disso, restava em mim a certeza de que a experiência agregaria em demasia às suas carreiras. De toda forma, passo por passo, eles construiriam os seus futuros e logo me encontrariam em alto-mar, como homens completamente novos.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Voltava para a companhia da Tenente Latrice, como se apresentou momentos depois. Como seu subordinado, era o meu dever me reportar sempre que possível ao terminar alguma designação — Fui incompetente em realizar minhas tarefas em um tempo aceitável - me curvava para ela, em sinal de respeito — Compensarei da melhor forma que conseguir, daqui para frente - ficaria ereto, batendo uma continência e indo para o lado da tenente, com os braços cruzados atrás das costas — Queira me deixar acompanhá-la - disse, caminhando ao seu lado até a parte superior do navio.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]"Sala de reuniões... deve ser em uma dessas salas que tanto os marinheiros de patentes menores e até os do alto escalão decidem sobre a segurança do mundo" - pensava. Nunca estive em outra sala de importância que não a do Capitão Eric. A minha chegada até lá era mais uma prova de que estava trilhando o caminho certo. Cresceria mais e mais, e em breve estaria me veria no lugar da Tenente. A sala - que na verdade podia ser chamada de salão - era maior do que eu esperava, e ali se encontravam diversos sargentos. Todos ostentavam a mesma patente, alguns até com mais medalhas do que eu possuía. "Mesmo participando de uma empreitada como a de Elena Eisenberg, outros marinheiros também possuem feitos notáveis, não tenho dúvidas... não posso me dar o luxo de relaxar, assim ficarei para trás" - me motivava ver tantos adeptos à ordem e à justiça promoverem a paz.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Tomaria o meu lugar, sentando-me solene, na companhia de meus companheiros... "Companheiros..." - lembrava de toda a traição e maçãs podres que havia encontrado em Lvneel. A sombra de Elena ainda pairava sobre mim. "A verdade é que não posso confiar tanto em ninguém... mas também não posso agir sozinho, pois não possuo força para isso, ainda..." - ponderava. Mais uma vez, testemunhava o quão limitante era ser fraco. O meu anseio de transformar o mundo não poderia vir por mãos tão leves quanto as minhas. Ainda havia que me fortalecer muito para atingir um nível razoável. A Grand Line seria um grande desafio para mim. Seria a minha força o suficiente para sobreviver àquele mar sinistro?

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Os nossos superiores se apresentavam, e já me cravavam alguma impressão. "Tenente Rods... ele não possui a aura do Capitão Eric. Duvido que seja algo aos pés deles, com esse jeito desleixado... terei que realmente seguir as suas ordens? Estaria ele apto a comandar um esquadrão de ataque?" - me questionava. Não via nada no homem além de uma figura de adolescente vadio, em contraste com a pujança de Eric e a nobreza de Elena. De toda forma, guardaria aquelas impressões para mim e o obedeceria, desde que fosse digno para tal. As imagens não melhoravam muito em seguida, para minha surpresa. "O que o governo está fazendo, colocando crianças em cargos de importância... ?!" - me deixava perplexo ver aquele ser infantil falar sobre "vigiar e ajudar na coordenação da ilha". Nunca havia visto uma criança nas dependências da marinha, por que ela estaria ocupando uma função relevante no Governo Mundial? Não sabia muito sobre a estrutura da organização, mas definitivamente não esperava que esse fosse o modus operandi deles.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Por fim, Latrice dava as palavras finais. Nosso objetivo era reiterado. "The Wonderful Land..." - o assunto também se tornara pessoal, desde que a tal lenda havia causado problemas com um dos meus homens. "A dor de meus subordinados é a minha dor" - pensava. Ademais, ainda havia a questão de Gunter, que, além de amigo, possuía uma atração especial pelo tema. "Ele sempre me pareceu do tipo que gosta de mistérios" - constatava, enquanto me direcionava aos papéis que a Tenente havia mencionado. "Karyo Shen... Karyo Shen... - passava o meu dedo ao longo da lista, procurado o meu nome. "Aqui! Vejamos... responsável pelo arsenal - me contentei. O arsenal era uma parte vital para nós, que estávamos embarcando em uma ilha em conflito. Qualquer perda no contigente de armas seria uma desvantagem a mais para nós. Haviam me confiado tal demanda, e a faria da melhor forma possível.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Me dirigiria de imediato até o arsenal, onde não pretendia perder tempo — Sargento Karyo Shen se apresentando, apresentem-se, soldados! - manteria a postura possante, na entrada do lugar, proferindo as palavras em um tom mais alto e austero do que o normal. O tom encantador que me era inerente, aliado ao meu olhar intimidador, o qual me ajudava a manter os subordinados na linha — Não javerá descanso até que este arsenal esteja completamente em ordem! Quero homens para levantar quantas e quais armas dispomos, homens para averiguar o sistema das armas de fogo e o fio das lâminas, homens para para deixar o local brilhando e homens para organizar sistematicamente as armas! Formem grupos, e vamos ao trabalho, qualquer um que não cumprir a sua função com excelência será disciplinado, mãos à obra! - ordenaria, caminhando pelo lugar e auxiliando-os a formar grupos.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Esperaria que eles começassem a exercer suas funções, para só então arregaçar as mangas e, também, por os meus músculos para trabalhar junto aos meus homens. Não era um chefe. Era um líder. E, como tal, deveria compartilhar do mesmo fardo que eles. Estava ali para proteger as suas vidas, assim como dependia deles. Só assim teríamos a relação de confiança necessária para o exercer de nossa função. Começaria com o trabalho mais pesado, levantando caixas e ajudando a carregar o armamento, além de checar o fio e o sistema das armas, pois era a minha especialidade como ferreiro. Todavia, não deixaria de estar com os olhos atentos ao trabalho alheio, pronto para dar um sermão em algum marinheiro que não estivesse desempenhando a sua função como ordenado — Teremos o descanso necessário assim que acabarmos com isso, quero todos dando seus cem por cento, se não conseguirmos cumprir algo tolo como isso, não conseguiremos sobreviver em um mar tão agitado como a Grand Line! Mãos à obra, homens! - clamava.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Citação :

Nome do Player: Karyo Shen
Nº de Posts: 12
Vantagens: Liderança; Adaptador; Voz Encantadora; Ambidestro.
Desvantagens Código da Honestidade; Código dos Heróis.
Perícias: Forja; Intimidação; Engenharia.
Ofício: N/A
EdC: Ceifador

Ganhos: 1x missão (?).
Perdas:

NPC's: Willian Feurbach; Ulrich Feurbach; Marcus Feurbach; Thomas Feurbach; Adam Feurbach; Sargento Cory; Capitão Beethoven; Tenente Latrice; Tenente Rods; Agente Cristopher.
Extras:









Objetivos






Spoiler:
 




____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.][Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Ficha - Karyo Shen, Ceifador Branco
I - Goatman Kill Streak
II - Do Espírito das Leis
III - [Divine Tools] Juntando as peças!
IV - Diante da Lei
V - Zarpando para Utopia!
VI - Caos em Utopia!
VII - [LB] O Florescer de Utopia
VIII - [LB] O Florescer de Utopia II
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bijin
Civil
Civil
Bijin

Créditos : 58
Warn : III - Diante da Lei - Página 3 10010
Feminino Data de inscrição : 17/01/2017
Idade : 20

III - Diante da Lei - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: III - Diante da Lei   III - Diante da Lei - Página 3 EmptyTer 05 Mar 2019, 09:25


A viagem para a Grand Line finalmente havia se iniciado e logo o protagonista desta história se descolava dentro do navio para o local que le fora designado, o arsenal de armas.

Havia no local dez homens que assim que receberam as ordens começaram a agir. Kairo pode observar que seu amigo Gunter estava com eles, outra surpresa era que a maior parte do arsenal era composta de bolas de canhões e pequenos canhões móveis que poderiam ser deslocados pelos corredores, além claro de carrinhos para transportar as bolas de canhão.

Todavia começaram os trabalhos e o sargento como um bom líder ajudava seus homens em suas obrigações, mas um barulho vindo da janela chamava a atenção do sargento e dando uma rápida olhada ele viu um navio a uma certa distância com um mecanismo de pás giratórias que faziam se deslocar naquele mar. O navio não tinha bandeira pirata, mas também não era da marinha.

- ATENÇÃO! - Uma forte voz chamava a atenção de todos através - Preparem-se para turbulências, chances de sermos alvos de ataque dos reis dos mares são grandes.

Logo após a voz acabar Kario pode ver uma enorme cabeça emergir do mar e uma enorme onde se direcionava na direção do navio dos marinheiros, o outro navio estava sendo jogado pela mesma onda deixando claro um risco de colisão entre os barcos. Kario olhou para o arsenal e viu pensando em muitas coisas que poderiam cair ou coisanpior.

____________________________________________________

OBJETIVOS:

Nessa missão::
 

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.][Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kekzy
Tenente
Tenente
Kekzy

Créditos : 46
Warn : III - Diante da Lei - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 06/11/2013
Idade : 21
Localização : Utopia - 7ª Rota

III - Diante da Lei - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: III - Diante da Lei   III - Diante da Lei - Página 3 EmptyQua 06 Mar 2019, 16:15


Karyo Shen

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]O meu dever como responsável pelo arsenal ocorria bem. Logo tudo ia se encontrando em seu devido lugar e em breve teríamos um bom levantamento de nossas capacidades armamentícias, o que seria essencial para fazer planejamentos e, principalmente, manter um controle adequado sobre o lugar. Injustiças, contrabando, mercado negro, nem a marinha estava livre desses tormentos, como constatei em Lvneel, mas nada disso ocorreria tão abaixo do meu nariz — Como estão os números? Precisamos ter as quantidades exatas de cada coisa - perguntei a Gunter. O seu forte nunca havia sido o físico.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Eram bons dez homens, podia notar, até então. Não se destacavam em nada de especial, mas também não pareciam negligentes ou preguiçosos; pelo menos, nenhum deles havia me chamado a atenção nos primeiros momentos em que passamos juntos. Todavia, reconhecia que eram apenas nos momentos de dificuldades que um homem podia provar o seu valor — Mantenham o ritmo! Não deixem um canhão emperrado ou uma bala de canhão passar despercebida! É necessário ter tudo funcionando com perfeição. Estamos à caminho de um mar perigoso, e não sabemos o que nos espera com essa nova onda de piratas! - proferi, arregaçando as mangas e continuando meu trabalho. Havia algum suor em minha testa, mas bem menos do que haveria antigamente, podia perceber. O meu vigor havia aumentado um pouco desde que Elena me dissera que era um dos meus pontos fracos. Não eram boas lembranças. Apenas afastei a memória e continuei a fazer o que sabia.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]O arsenal não era um lugar fechado. Podia ver o cerúleo do mar pela janela, resplandecendo o sutil brilho do sol, além de um... " Navio?" - me indagava, cerrando os olhos para tentar enxergar melhor. Não parecia um navio pirata, mas tão pouco era um da marinha. Na dúvida, até mesmo piratas poderiam utilizar de uma bandeira branca ou se valer da ausência dela. As táticas ardilosas dos piratas não podiam ser subestimadas. Não tardou para, um momento depois de notar a presença da embarcação, que o alerta ressoasse. "No final das contas, era um navio pi..." - a voz estridente me interrompia.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]E não era o que esperava. Era pior. Muito pior. Nunca havia chegado a ver um pessoalmente. Apenas havia escutado histórias de pescadores e algumas lendas e contos a respeito. A gigantesca cabeça rompia com a superfície da água, aterrorizando-me o coração. "São em momentos como esse que um homem deve provar o seu valor" - repeti a frase para mim. Estava assustado, era fato. Não sabia como lidar com um monstro colossal daqueles, mas não poderia ficar parado; afinal, uma grande onda vinha em nossa direção.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Homens! Preparem-se para o impacto! Segurem os canhões, preparem a artilharia, mantenham-se fora da linha deles contra as paredes, posicionem-se lateralmente, pois poderão ser esmagados! Mantenham distância do que estiver empilhado, tomem as devidas precauções! - ordenava, erguendo o braço e apontando para os lugares mais propícios a acarretarem acidentes, pelas razões as quais havia ditado — Gunter, corra até a Tenente e informe que o Sargento Karyo Shen aguarda a sua ordem para disparar os canhões! - instruia o meu companheiro e, naquele momento, subordinado — Tome cuidado, o impacto pode acontecer durante o caminho! - alertava.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]A onda parecia cada vez mais próxima, e com ela via a estranha embarcação se aproximar de nós — Segurem-se em algo firme, o impacto será grande! - me seguraria no lugar mais firme que encontrasse, onde pudesse fincar as mãos com força e me segurar. Manteria os olhos vidrados nos soldados, para que conseguisse reagir a algum desastre eminente, caso notasse com antecedência — Mantenham-se firmes! - vociferava, à espera do impacto.

Citação :

Nome do Player: Karyo Shen
Nº de Posts: 13
Vantagens: Liderança; Adaptador; Voz Encantadora; Ambidestro.
Desvantagens Código da Honestidade; Código dos Heróis.
Perícias: Forja; Intimidação; Engenharia.
Ofício: N/A
EdC: Ceifador

Ganhos: 1x missão (?).
Perdas:

NPC's: Willian Feurbach; Ulrich Feurbach; Marcus Feurbach; Thomas Feurbach; Adam Feurbach; Sargento Cory; Capitão Beethoven; Tenente Latrice; Tenente Rods; Agente Cristopher.
Extras:









Objetivos






Spoiler:
 




____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.][Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Ficha - Karyo Shen, Ceifador Branco
I - Goatman Kill Streak
II - Do Espírito das Leis
III - [Divine Tools] Juntando as peças!
IV - Diante da Lei
V - Zarpando para Utopia!
VI - Caos em Utopia!
VII - [LB] O Florescer de Utopia
VIII - [LB] O Florescer de Utopia II
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bijin
Civil
Civil
Bijin

Créditos : 58
Warn : III - Diante da Lei - Página 3 10010
Feminino Data de inscrição : 17/01/2017
Idade : 20

III - Diante da Lei - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: III - Diante da Lei   III - Diante da Lei - Página 3 EmptyQua 06 Mar 2019, 21:47



A situação do navio pirata não era boa, Karyo percebeu olhando para o Rei do mar que o tamanho da fera era muito maior que o navio que estava, na verdade um dos dentes daquele rei do mar já era maior que o navio, se houvesse combate o ferreiro sabia que a derrota era mais certa do tudo. Não havia nem como comparar a situação deles contra e Elena Eisenberg, que embora fosse superior a todo seu antigo grupo e não daria chance nenhuma, o animal a frente dele nem precisava se importar para que a sua simples aparição causasse a morte de todos no barco.

Todos tentaram se posicionar, mesmo Gunter que pensava seguir a ordem dada pelo seu superior viu que não teria tempo e também se segurou. Um pouco antes do impacto do navio chegar três disparos de canhão foram feitos contra o a nau que venha em sentido de colisão, um dos disparos acertou em cheio a quilha.

Embora a aparência do ato seja cruel, o impacto foi amortecido, pois a quilha como a parte mais dura de um navio era areal ameaça no impacto. Entretanto isso não significa que não houve estragos, a própria sala de armas se tornou um dos lugares mais perigosos para se ficas, espadas, lanças e armas voando para todo lado enquanto soldados caiam. Um deles havia perfurado o abdome caindo sobre um das inúmeras armas no chão.

Mas as armas nem eram o pior dos problemas, bolas de canhão foram de maior estrago, uma delas chegou a atravessar a porta destruindo totalmente a madeira da mesma e saiu rolando corredor a fora. Muitas outras rolavam na sacudida do navio, Shen sentiu seu tornozelo esquerdo receber uma dessa bolas com força, uma dor aguda subiu por toda a perna, era bem claro que ele não conseguiria se mover bem por algum tempo.

Embora muita coisa foi descrita, o impacto do navio foi apenas um detalhe que aconteceu um segundo antes da onda se chocar com o navio, a pequena janela que havia na sala havia simplesmente arrebentado, muita e muita água entrava no barco, mas que apesar do impacto e ter se inclinado cerca de 45 graus, não tombou, mas em um solavanco ele voltava para seu lugar e muito dos marinheiros foram jogados. O sargento não conseguiu escapar e tombava caindo entre as bolas de canhão que rolavam no chão.

No chão a coisa ficou ainda mais feio, pois logo caiu batendo o ombro direito contra uma bola de canhão, as outras bolas que rolavam batiam e até doía, mas pancadas normais e dentro das capacidades de Karyo. Após alguns segundos tudo voltava ao normal, pelo menos no quesito balanço. Entretanto dos dez homens ali 3 estavam bem feridos e 2 levemente feridos.

Karyo! - Gunter falava sem citar a cargo do protagonista, mas o pavor era nítido em sua voz. - Aquele monstro esta vindo na nossa direção.

Observando a janela o ferreiro repara duas coisas, a aproximação do monstro e uma mão de alguém seturando na janela gritando por socorro.


____________________________________________________

OBJETIVOS:

Nessa missão::
 

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.][Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kekzy
Tenente
Tenente
Kekzy

Créditos : 46
Warn : III - Diante da Lei - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 06/11/2013
Idade : 21
Localização : Utopia - 7ª Rota

III - Diante da Lei - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: III - Diante da Lei   III - Diante da Lei - Página 3 EmptyQui 14 Mar 2019, 13:41


Karyo Shen

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]A situação fugia de controle rapidamente e o cenário se tornava cada vez mais caótico. Não enxergava nenhuma única possibilidade de protagonizar a virada de tabuleiro que o contexto exigia. Pelo contrário, restava-me tentar defender os objetos que eram lançados impetuosamente contra mim. E eram tantos que sequer conseguia prestar assistência aos meus homens. Armas, bolas de canhão, tudo estava sendo freneticamente jogado de um lado para o outro. Mesmo tendo ficado um pouco mais forte, minha percepção não era capaz de lidar com tantas informações ao mesmo tempo. E era assim que sentia o meu tornozelo ser esmagado, a minha barriga ser golpeada, os meus ombros, meus braços, só não a cabeça pois não poderia deixar de defender o local mais importante em um momento como esses.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Grunhia de dor a cada impacto e carne dilacerada por uma arma cortante. Cerrava os dentes para que nenhum grito me escapasse, mas só conseguia por muito pouco, contraindo os punhos e o corpo, suportando a dor como podia. Não queria dar um único grito, pois pensava em como a moral dos meus homens já estaria abalada. E como se abalaria ainda mais, caso me vissem incapaz, sofrendo em demasia com aquela tragédia. Em momentos como esse, os homens mais fracos buscam um pilar em quem se escorar. E era isso que eu almejava ser naquele momento.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Meu corpo doía mais do que qualquer dia em que pudesse me lembrar. Já havia tido ferimentos graves, mas nunca havia sido espancado dessa forma. Sentia que até mesmo ser atropelado por uma carroça puxada à cavalos doiria menos. Mesmo assim, restava me levantar. O navio já havia se estabilzado. Meus joelhos doíam e eu podia apenas me apoiar em uma perna. Só de tocar o pé esquerdo no chão sentia um frêmito me subir pela espinha. Era uma dor aguda que corria para o restante do corpo. Não entendia como aquilo funcionava, pois feria-me como se agulhas me furassem até mesmo em outros membros.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Com a mão no abdômen, recuperando o fôlego, tentaria me erguer, com o apoio do braço. Olharia em volta, avaliando rapidamente a situação. Escutava Gunter me alertar sobre algo, mas ainda me encontrava um pouco atordoado. Não havia distinguido suas palavras, mas bem podia supor. Pela janela quebrada, via o monstro avançar em nossa direção — À TODOS QUE CONSEGUIREM SE LEVANTAR, AJUDEM OS FERIDOS, CARREGUEM-OS LÁ PARA CIMA! LEVANTEM, HOMENS! - procurava inspirá-los, naquele momento de medo e pavor. Bastava que suas pernas se movessem. Era tudo que eu queria — GUNTER, AJUDE OS MAIS FERIDOS! ENCONTRAREI-OS LÁ EM CIMA! - dava as ordens.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Não sabia que tipo de insanidade havia me tomado, mas meu coração batia rápido e forte. Ecoava em todo o meu peito. Em meio àquele caos, só pensava em que os marinheiros sob minha tutela fossem salvos do imediato perigo e, o que mais me apavorava, em salvar aquela pessoa que estava segurada à janela. Nunca em minha vida havia sentido tanto medo em me arriscar por alguém. Sempre fui alguém que me atirava à frente da pessoa em perigo, mas nesse momento... vendo o monstro se aproximar à minha frente. Senti o cheiro salgado do mar - e do monstro - rompeu-me o bloqueio que estava em minha mente. Como se me trouxesse de volta à realidade. Era preciso agir. Todos caíriam. Ou todos sobreviveriam. Todos, exceto a pessoa pendurada à janela. Se havia alguma chance de sairmos dali vivos, que o máximo de vidas fossem poupadas!

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Levado pela adrenalina que pulsava em minhas veias, mancaria, pularia, me arrastaria até a janela, lutando contra a água que entrava no cômodo, agarrando uma espada e a fincando na madeira a cada passo ou metro ganho. Me agarraria no que fosse para ter suporte para conseguir avançar um pouco mais, ou para me segurar, quando a água estivesse muito forte — SE SEGURE! A AJUDA ESTÁ A CAMINHO! - iria em sua direção, afrotando o terror que se agigantava sobre mim. Chegando na janela, apertaria o braço da pessoa com a minha mão, puxando-a para cima. Não era momento para perguntas — SEGURE EM MEU TRONCO, VAMOS DEIXAR A ÁGUA NOS LEVAR! - deixaria a água que inundava a embarcação me carregar - com a espada em minha frente, para desviar os objetos que nos ameaçassem - até um ponto próximo da saída que me levasse à proa do navio.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Dessa forma, aos trôpegos, tentaria chegar na parte superior do navio, junto à pessoa salva — Se consegue andar só, vá! - diria, me escorando na parede esquerda e me mantendo a prosseguir com a perna direita.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Era tudo ou nada. E, naquela situação, lutaria pelo tudo.




Citação :

Nome do Player: Karyo Shen
Nº de Posts: 14
Vantagens: Liderança; Adaptador; Voz Encantadora; Ambidestro.
Desvantagens Código da Honestidade; Código dos Heróis.
Perícias: Forja; Intimidação; Engenharia.
Ofício: N/A
EdC: Ceifador

Ganhos: 1x missão (?).
Perdas:

NPC's: Willian Feurbach; Ulrich Feurbach; Marcus Feurbach; Thomas Feurbach; Adam Feurbach; Sargento Cory; Capitão Beethoven; Tenente Latrice; Tenente Rods; Agente Cristopher.
Extras: Tornozelo esquerdo super avariado









Objetivos






Spoiler:
 




____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.][Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Ficha - Karyo Shen, Ceifador Branco
I - Goatman Kill Streak
II - Do Espírito das Leis
III - [Divine Tools] Juntando as peças!
IV - Diante da Lei
V - Zarpando para Utopia!
VI - Caos em Utopia!
VII - [LB] O Florescer de Utopia
VIII - [LB] O Florescer de Utopia II
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bijin
Civil
Civil
Bijin

Créditos : 58
Warn : III - Diante da Lei - Página 3 10010
Feminino Data de inscrição : 17/01/2017
Idade : 20

III - Diante da Lei - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: III - Diante da Lei   III - Diante da Lei - Página 3 EmptyQua 27 Mar 2019, 00:13



Tem dia que é para ficar no mar, tem dias que não deveria se tirar os pés da terra. Talvez aqueles religiosos fanáticos de Lvneel tivessem razão, se o criador quisesse que nos aventurássemos no mar ele teria nos dado branquias e não apenas pulmões.

Mas o fato era que Shen estava em uma das situações mais desesperadoras, um enorme Rei dos Mares se dirigia na direção do navio da Marinha, claro que tudo por culpa do outro navio que provavelmente não tem o material necessário para passar desapercebido, mas o que fazer, chorar o leite derramado depois de morto não adianta.

O Sargento então buscava apenas fazer seu melhor, mandou os feridos e os soldados que estavam em boas condições se cuidarem, mas ele mesmo foi resgatar a alma perdida que se segurava na janela e de lá pode ver a enorme criatura se aproximando. Se o bicho era grande? O navio que Karyo estava entraria tranquilamente na narina do animal.

Entretanto antes da colisão entre os animal e o navio o Rei dos Mares saltou por cima do navio. A sombra feita pelo animal durou mais de trinta segundo, aquele tipo de Rei dos Mares era como uma grande serpente e deixava todo seu enorme corpo a mostra. Mas logo algo colocou o marinheiro de volta ao trilho.

Embora o animal não tivesse colidido com o navio o salto e o impacto no mar deveria ter causado alguma onda gigantesca, mas logo após o monstro mergulhar, não uma onda mas um enorme repuxo pegou o barco. Quando o Titanic afundou ele não desceu ao mar sozinho mais carregou um monte de pessoas para o fundo com o enorme tamanho que possuía, o monstro marinho era muitas vezes maior e logo o barco era puxado e o lado da janela onde o sargento estava segurando, o que reconheceu ser agora uma jovem sargento, virou para via a o navio logo tombava em pelo Calm Bet. Agora era a mulher que segurava Shen para não rolar dentro do navio.

Então tudo foi tomado por água, o navio havia sido literalmente afundado pelo repuxo do monstro. Logo então o navio se partia não suportando a pressão e estranhamente Karyo e a jovem sargento estavam de mãos dadas e não soltavam, o navio então afundava mais rápido e os dois juntos, cercados de destroços e corpos viram em volta deles uma visão que poderia ser divina se não fosse tão assustadoras, o mar estava cheio de Rei dos Mares, muitos maior que o próprio animal que havia acidentalmente afundado o navio da marinha. A jovem sargento abraçava o ceifador. Ela estava realmente apavorada. Mas uma visão chamou a atenção do sargento, pois agora que o repuxo havia terminado um bote inteiro passava diante dos olhos dele. Havia uma corda de dez metros presa no bote que subia a uma boa velocidade para a superfície.

Observação:
 

____________________________________________________

OBJETIVOS:

Nessa missão::
 

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.][Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kekzy
Tenente
Tenente
Kekzy

Créditos : 46
Warn : III - Diante da Lei - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 06/11/2013
Idade : 21
Localização : Utopia - 7ª Rota

III - Diante da Lei - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: III - Diante da Lei   III - Diante da Lei - Página 3 EmptySeg 08 Abr 2019, 13:01


Karyo Shen

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]De longe aquela criatura dantesca já me parecia horrivelmente grande. Era maior do que qualquer construção que já havia visto em minha vida. Muito maior. Porém, para mim, que agora tinha um pensamento euforicamente lúgubre de que não conhecida nada do mundo, a verdade se mostrava ainda mais grotesca. À medida que a criatura se aproximava, sentia a minha vida ser tomada de mim. Não havia nada a ser feito. Quando a minha visão se perdeu, quando não pude mais ver, sequer, o monstro, mas tão só parte dele, foi que me dei por vencido.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Já estava para aceitar a minha inevitável morte. Se era assim que tinha que ser, que fosse. O mundo sempre foi errado, punindo os mais justos. Ou não teria eu sido tão justo quanto pensei, em toda a minha vida, que estava sendo? Segurava, ainda, a mão da mulher que havia ido - inutilmente - salvar, mas meus joelhos cediam, frente ao abismo de onde provinha toda aquela sensação mortificante. Podia sentir meu corpo tremer, paralisado, para só então me dar conta que a criatura pulava por cima do navio. Acompanhei a sua trajetória abismado, por momentos que me pareciam fugir a naturalidade das coisas. Era como se vivenciasse um lapso, no qual vivenciava a cena por uma eternidade, passivo, apenas como um mero observador. E naquele momento realmente o era.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]A cauda da criatura sumiu, mas a forte impressão que ela havia me deixado não. No entanto, começava a surgir uma breve esperança. Era como se tudo aquilo tivesse passado, e agora me restavam todos aqueles fortes sentimentos que me tomavam no que me parecia ser os meus últimos instantes. Os céus ainda não haviam me chamado, e só então me dei conta de que tudo aquilo ainda não havia acabado.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]E a mão que havia salvo, agora me salvava. Meu corpo e mente inertes logo eram trazidos de volta à realidade. O estrondo ensurdecedor que parecia partir o mar ao meio era, com certeza, daquele ser pitoresco, que voltava para as profundezas de onde quer que ele tenha saído. Não conhecia o mar, e tão só podia pensar nos terrores que estavam à espreita, logo abaixo de nós. Em um ato de insanidade, pulamos do navio, sem muito no que pensar. Eramos guiados apenas pelo instinto, aquilo que fazia o nosso corpo se mover diante do medo. Naquele momento, havia aceitado a minha morte, mas queria viver. Devia viver. Mesmo que me custasse caro, mesmo que fosse uma vida feia, viveria.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]A sensação do meu corpo afundando na água. O som da madeira se rompendo. As bolhas de ar subindo. Os ecos profundos e sombrios que emanavam de algum lugar daquele do mundo submerso. Estranhamente recebi aqueles momentos com uma paz serena. Por um instante senti que o mundo havia parado. E mais uma vez voltei ao mundo real. Senti o corpo da mulher se comprimir contra o meu. Me faltava ar. Um desespero crescente tomava o meu corpo. Os pensamentos de uma morte agonizante, asfixiado, pareciam-me mais desesperadores do que uma morte rápida e absoluta.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Abri os olhos, sentindo-os queimar com o sal do mar. Podia ver muito pouco, sequer estava acostumado a fazer isso e queria, muito bem, fechá-los. Não com determinação, mas por desespero, mantive-os tão abertos quanto pude. Via, mais longe, o barco afundar, quebrando-se em diversas partes, virando destroços que se espalhavam por todas as redondezas. Afundávamos, também, e o justificável desespero da mulher não melhorava a situação. Sentia que quanto mais ela se rebatia, mais difícil era subir. Ela não me soltava e, apesar disso, também não a queria soltar. Olhei em volta, enquanto batia as minhas pernas em vão, procurando algo para me segurar.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]E então o mundo parou mais uma vez. Contemplava, sem mais palavras para descrever o que sentia, aqueles olhos gigantescos, que pareciam me observar - e sem sombra de dúvidas viam muito além - de forma cruel. Os sorrisos medonhos daqueles monstros, com os dentes do tamanho de montanhas, pareciam rir de mim. Agora entendia a razão de estar vivo. Em mim eles pouco tinham interesse. Nem que comessem mil de mim daria-lhes pro gasto. Se em terra eu não era nada, naquele mar a palavra ganhava um novo conceito.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Assim, como se um anjo me concedesse a mão após me apresentar ao inferno, via a oportunidade passar diante de mim. E eu a agarraria. Agarraria-a com todo o meu desejo de viver. Com força, comprimindo os meus dentes e a minha boca, a fim de não deixar sequer uma única bolha de ar sair de minha boca. Precisava de todo o oxigênio e energia que me restava. Nadaria vorazmente até a corda que se esticava do bote, sobrecarregando a minha perna direita, resistindo a dor na outra, avariada no tornozelo por uma bala de canhão. Enrolaria a corda em meu braço, enquanto continuaria a bater as minhas pernas, na esperança que aquele esforço conseguisse me levar de volta para a superfície mais rápido, com a mulher ainda em minhas mãos. Estaria a tapar a sua boca suavemente com o braço que contornava o seu corpo, enquanto o outro nos guiava para cima.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Havia de salvar não só a mim, mas a alguém. E só então poderia sentir que havia feito, pelo menos, um pequeno algo. Ainda que não pudesse combater o que esmagava, podia mudar o destino com as minhas próprias mãos. Enquanto o meu próprio destino não findasse, ainda era possível fazer algo. E, assim, faria.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Chegando à superfície, tentaria virar o bote, deixando toda a água escorrer. Em seguida, jogaria a mulher para dentro dele, para só depois subir a bordo. Tocaria em seu rosto, chamando-a — Acorde! Você me escuta?! Ei! - balançaria-a. Não sabia o que fazer. Esperava que ela estivesse a salvo e bem. No mais, sabia que existia alguma técnica para salvar as pessoas da asfixia, a qual só sabia robustamente que consitia em pressionar o peito da vítima. E, assim, com certo desespero, faria, caso fosse necessário.

Citação :

Nome do Player: Karyo Shen
Nº de Posts: 15
Vantagens: Liderança; Adaptador; Voz Encantadora; Ambidestro.
Desvantagens Código da Honestidade; Código dos Heróis.
Perícias: Forja; Intimidação; Engenharia.
Ofício: N/A
EdC: Ceifador

Ganhos: 1x missão (?).
Perdas:

NPC's: Willian Feurbach; Ulrich Feurbach; Marcus Feurbach; Thomas Feurbach; Adam Feurbach; Sargento Cory; Capitão Beethoven; Tenente Latrice; Tenente Rods; Agente Cristopher.
Extras: Tornozelo esquerdo super avariado









Objetivos






Spoiler:
 




____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.][Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Ficha - Karyo Shen, Ceifador Branco
I - Goatman Kill Streak
II - Do Espírito das Leis
III - [Divine Tools] Juntando as peças!
IV - Diante da Lei
V - Zarpando para Utopia!
VI - Caos em Utopia!
VII - [LB] O Florescer de Utopia
VIII - [LB] O Florescer de Utopia II
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




III - Diante da Lei - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: III - Diante da Lei   III - Diante da Lei - Página 3 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
III - Diante da Lei
Voltar ao Topo 
Página 3 de 5Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: North Blue :: Lvneel Kingdom-
Ir para: