One Piece RPG
Quarto Ato: Caught in the Spider's Web. - Página 9 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» As Raízes do Vigilante Lucífugo
Quarto Ato: Caught in the Spider's Web. - Página 9 Emptypor John Knudarr Hoje à(s) 03:34

» The Lost Boy
Quarto Ato: Caught in the Spider's Web. - Página 9 Emptypor Handa Hoje à(s) 02:59

» Escuridão total sem estrelas
Quarto Ato: Caught in the Spider's Web. - Página 9 Emptypor Handa Hoje à(s) 02:38

» Fim de Jogo
Quarto Ato: Caught in the Spider's Web. - Página 9 Emptypor Wander Hoje à(s) 02:31

» 10º Capítulo - Parabellum!
Quarto Ato: Caught in the Spider's Web. - Página 9 Emptypor OverLord Hoje à(s) 00:44

» O Sapo Mágico
Quarto Ato: Caught in the Spider's Web. - Página 9 Emptypor CaraxDD Hoje à(s) 00:42

» Escaping Mean! Run Ria, Run!
Quarto Ato: Caught in the Spider's Web. - Página 9 Emptypor Milabbh Hoje à(s) 00:42

» Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante
Quarto Ato: Caught in the Spider's Web. - Página 9 Emptypor Akuma Nikaido Hoje à(s) 00:09

» Al mare!
Quarto Ato: Caught in the Spider's Web. - Página 9 Emptypor John Knudarr Ontem à(s) 23:59

» [LB] O Florescer de Utopia III
Quarto Ato: Caught in the Spider's Web. - Página 9 Emptypor Kekzy Ontem à(s) 23:26

» The Claw
Quarto Ato: Caught in the Spider's Web. - Página 9 Emptypor Achiles Ontem à(s) 23:09

» The One Above All
Quarto Ato: Caught in the Spider's Web. - Página 9 Emptypor Achiles Ontem à(s) 22:13

» VI - Seek & Destroy
Quarto Ato: Caught in the Spider's Web. - Página 9 Emptypor GM.Alipheese Ontem à(s) 22:08

» Apresentação
Quarto Ato: Caught in the Spider's Web. - Página 9 Emptypor Blum Ontem à(s) 21:29

» Kuze Kyoji
Quarto Ato: Caught in the Spider's Web. - Página 9 Emptypor Kyoji Ontem à(s) 21:15

» Gregory Ross
Quarto Ato: Caught in the Spider's Web. - Página 9 Emptypor Wander Ontem à(s) 20:48

» Unidos por um propósito menor
Quarto Ato: Caught in the Spider's Web. - Página 9 Emptypor Oni Ontem à(s) 19:58

» Drake Fateburn
Quarto Ato: Caught in the Spider's Web. - Página 9 Emptypor GM.Noskire Ontem à(s) 19:43

» II - Aliados
Quarto Ato: Caught in the Spider's Web. - Página 9 Emptypor Hunson Ontem à(s) 19:26

» Hey Ya!
Quarto Ato: Caught in the Spider's Web. - Página 9 Emptypor Kiomaro Ontem à(s) 18:42



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Quarto Ato: Caught in the Spider's Web.

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 53
Warn : Quarto Ato: Caught in the Spider's Web. - Página 9 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 26
Localização : 1ª Rota - Karakui

Quarto Ato: Caught in the Spider's Web. - Página 9 Empty
MensagemAssunto: Quarto Ato: Caught in the Spider's Web.   Quarto Ato: Caught in the Spider's Web. - Página 9 EmptyQui 18 Jan 2018, 04:18

Relembrando a primeira mensagem :

Quarto Ato: Caught in the Spider's Web.

Aqui ocorrerá a aventura dos(as) piratas Buzz Bee e Jacob Allan. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Ficha | Aventura

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: Regras | Mudanças Importantes | Crie seu Personagem | Mini-Aventuras
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Jacob Allan
Super Nova
Super Nova


Data de inscrição : 19/08/2015

Quarto Ato: Caught in the Spider's Web. - Página 9 Empty
MensagemAssunto: Re: Quarto Ato: Caught in the Spider's Web.   Quarto Ato: Caught in the Spider's Web. - Página 9 EmptySeg 02 Jul 2018, 01:39

Prontos para outra!

Soltando da Coleira!







Não é uma tarefa fácil recuperar-se quando você foi rechaçado por seu inimigo, acredite, eu sei o que estou dizendo. Minha noite de sono beirou ao tranquilo, mas a mente inquieta não fez ter o mais tranquilo dos sonhos, não por sua violência ou amedrontador enredo, mas devido ao seu teor, o que me fez pensar muito sobre o que estaa acontecendo comigo e o que precisaria acontecer com o outros.



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]



Eu estava ao lado do velho Obeha na cozinha, cortando os legumes e preparando os temperos enquanto ele verificava cada um dos outros pratos que estavam sendo feitos, os salmões estavam no forno e o calor era razoável que contrastava com o local frio que era aquele pais. Não demorou mais que dois minutos para que eu já tivesse feito o picar e o temperar dos legumes e apenas aguardava o velhote que não parecia ser mais tão rápido quanto já foi.

Apesar de tudo eu adorava ver aquele homem cozinhando, ele tinha uma técnica sublime e sua composição de pratos de longe era a mais requintada que tive o prazer de provar em minha mais curta vida, porem existia algo ali que apenas eu e ele sentíamos, naquele momento estávamos sendo profissionais.

Quando ele estava levantando-se com sua habitual dor nas costas devido ao seu grande esforço de levantar aqueles um metro e oitenta que sempre teve eu dei uma leve risada e perguntei para ele enquanto ele me olhava igualmente risonho, mas com sua expressão ameaçadora:



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


— "Bate o lero para mim Velhote", por quê você diz sempre para o " Papa " que ele é " Um Cachorro na Coleira"?


Meu velhote continuou rindo com sua feição ameaçadora, mas era claro para mim que ele estava prestes a me dar mais uma de suas lições com o sabor amargo do fel mas com a nutrição de uma belo prato de proteína.  

Ele colocou a mão em meu ombro e então apertou firme, era como se ele estivesse desejando que eu ficasse definitivamente atento ao que ele me diria e então ele falou:




[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


— Cristus era o homem mais feroz que conheci, cada golpe dado por seu machado era como se estivesse cortando uma parte do mudo fora, seus olhos eram pura irá e força, assim como um animal selvagem. Mas quando ele estava perto de nós, de Oda e dos outros ele era como um " Cachorro na Coleira". Isso não o ofende mas o faz lembrar que eu sei o que ele é capaz para tornar-se mais fortes por seus amigos.


Eu nunca conseguia compreender aquele velho, nunca, mas dessa vez, pela primeira vez eu pude entender de maneira clara, suas palavras não eram direcionadas ao que eu não podia ser, mas exatamente ao que eu era naquele momento, ele via potencial, via capacidade, mas assim com um cachorro na coleira eu estava preso, sorri de volta para ele e então no forno o pernil deu o aroma ideal, bem, tínhamos de voltar a cozinhar



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]






Acordei lentamente com Li-Wan a minha frente, as dores eram claras e evidentes, eu estava me recuperando ainda, mas existia algo que eu gostaria de fazer, algo que nem mesmo a mais dura das feridas me faria não fazer, Eu precisava falar com meu irmão.

A não vinda dele me indicava que algo estava em sua cabeça, algo estava em sua mente, as foi ao escutar as palavras da Panda que tive a certeza, eu precisava conversar com aquele tampinha loiro emburrado e distraído. Me higienizar foi a primeira coisa que fui fazer para apenas após isso seguir meu caminho com uma série de dificuldades para baixo com a ajuda de Li-Wan se assim ela deseja-se ir.

No térreo procuraria meu irmão no salão, após isso caso não estivesse iria de área em área antes de seguir para seu quarto. Caso o encontrasse minhas primeiras ações não seriam nada amistosas, pelo contrário, dependendo ate mesmo de seu estado eu seria grosseiro e minhas primeiras palavras seriam:




[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


— Acha que pode não ir e ver quando der vontade "Tampinha"...


As palavras não eram fingimento, gostaria que na noite anterior meu irmão estivesse comigo, existiam coisas a serem faladas, mas existiam coisas a serem sentidas, não ter tido ele lá não me colocaria em uma situação nada feliz, mas ele compreendia, ambos precisavam compreender o quanto cresceram, mas existia uma forma melhor de fazer isso .


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


— ...Levante dai, vamos lá fora, quero saber o quão forte está socando, vamos, quero que me mostre como é ser "Um cachorro sem coleira", transa do que estou falando?


Com dificuldade tentaria caminhar para o lado de fora, era um desafio homens medem suas forças de varias formas, palavras, dinheiro, poder, eu naquele momento compreendi que eu e meu irmão eramos diferentes, mediamos a nossa maturidade com a coisa que nos uniu, com nossos punhos.

bichaelson



Menu Completo:
 

Historico Afro:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Pedrão
Civil
Civil
Pedrão

Créditos : Zero
Warn : Quarto Ato: Caught in the Spider's Web. - Página 9 10010
Masculino Data de inscrição : 15/10/2015

Quarto Ato: Caught in the Spider's Web. - Página 9 Empty
MensagemAssunto: Re: Quarto Ato: Caught in the Spider's Web.   Quarto Ato: Caught in the Spider's Web. - Página 9 EmptyQua 04 Jul 2018, 15:57




RISE OF THE DRAGON


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

“Ughh que dor de cabeça do inferno. Hm? Quando foi que eu peguei no sono?”

Assim que eu abri os olhos à primeira coisa que senti foi minha cabeça latejar. Eu levei a mão direita ao rosto tapando um pouco a claridade, e assim que minha visão se acostumou com a luz ambiente, eu percebi que ainda estava na sentado mesma cadeira no mesmo velho salão da pousada. Somado a isso meu corpo estava pesado, lento, e minha cabeça pulsando sem parar, a sensação era de que um trator tinha passado por cima de mim.

Não bastasse minha condição deplorável, minhas roupas estavam molhadas de suor, catingando a álcool. Se eu me olhasse no espelho agora, muito provavelmente eu não reconheceria a figura do outro lado. Eu tinha que admitir, minha primeira vez bebendo não tinha sido uma experiência muito agradável, mas eu não estava arrependido, pelo contrário.


“Yare yare, olhe só para você Ryu, não consegue nem lembrar quando apagou. Culpe a sua própria inexperiência.” – Fechei os e sorri brevemente. Por trás da minha aparência acabada, havia a velha confiança de sempre, além de uma tímida maturidade escondida no meu semblante jovial. Cambaleando e me aprumando em pé, eu verifiquei se meus itens estavam todos no lugar, e pegando a garrafa de rum tomei um gole. Meu velho dizia que o melhor remédio para curar a ressaca era continuar bebendo.

- Chefe, coloque na minha conta. – De costas para o cozinheiro, levantaria a garrafa de rum para que ele entendesse ao que eu estava me referindo. O rum descia queimando a garganta após o gole, e se antes eu estava sonolento, agora eu já não estava mais. Com uma careta, e tomando um segundo gole, iria até o meu quarto, tomaria um banho, escovaria os dentes e trocaria por uma roupa limpa. Hoje o dia seria cheio novamente, e um dos meus focos era trucidar o arqueiro de merda. Desde ontem aquele desgraçado não saía da minha cabeça.

“Eu só espero que o aniki esteja bem, ao menos ele tem a Li Wan-chan para cuidar dele. Se eu ao menos tivesse alguém assim, eu não teria dormido naquela cadeira dura.”

Soltei a respiração, lamentando e balançando a cabeça negativamente. Por mais que o meu irmão fosse duro na queda, ele não era feito de aço. Falando nele... Agora que eu me lembrei, a Li Wan-chan falou ontem à noite que ele queria falar comigo. O negócio é rezar para que o aniki não tenha ficado brabo, caso contrário, eu não quero nem imaginar o que pode acontecer comigo, hehe. De todo jeito ele não pode me culpar por querer um momento só para mim. Enfim, terminando de me arrumar iria até o salão tomar um café de manhã. Eu não tinha comido nada durante a noite, e meu estômago estava roncando.

No meio do caminho – ou mesmo antes disso – caso encontrasse o meu velho bro, e ele não me recebesse com um grande abraço ou um semblante muito otimista, eu desviaria meus olhos com um sorriso todo errado enquanto coçava a cabeça com a destra. Ele não estaria errado em me reprimir, ainda que eu compreendesse que esse era o sujeito de demonstrar que ele estava preocupado comigo.


- Oh, aniki, você parece está ótimo, He He He.
– Seria um alivio de fato vê que o meu irmão estava pronto para outra. Ao mesmo tempo eu não teria muita opção se não mudar o foco da conversa com uma risada pausada e sem graça. No final, a julgar pela personalidade do meu bro, eu sabia muito bem o que ele queria. Não seria nenhuma surpresa que ele me pedisse para fazer um pequeno spar, para falar a verdade, nossas ideias eram bem semelhantes.

- Ohh, pelo visto você também passou a noite pensando em uma forma de melhorar, eu não esperava menos do meu aniki. – Eu o acompanharia para o lado de fora da pousada, e tomando mais um gole de rum, colocaria a garrafa no chão, presa na neve. Com um semblante sério encararia o ero-cook, mas sem deixar de esconder um sorriso confiante nos lábios. Depois de tudo o que aconteceu ontem, eu certamente queria testar novas coisas.

- Então, aniki, porque você não me mostra o novo caminho que você encontrou?

No caso de eu não encontrar o meu bro, eu iria até o velho salão, sentaria na minha velha cadeira, e pediria que um café da manhã típico da casa com um copo de água. Eu comeria até que estivesse satisfeito.

Histórico de Pedrão:
 
Codigo do Caçador:
 


(As imagens são ilustrativas)





Quarto Ato: Caught in the Spider's Web.

____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
BuzzB
Pirata
Pirata
BuzzB

Créditos : 83
Warn : Quarto Ato: Caught in the Spider's Web. - Página 9 10010
Masculino Data de inscrição : 03/04/2016
Idade : 21
Localização : Nos anais do Acre

Quarto Ato: Caught in the Spider's Web. - Página 9 Empty
MensagemAssunto: Re: Quarto Ato: Caught in the Spider's Web.   Quarto Ato: Caught in the Spider's Web. - Página 9 EmptyQua 04 Jul 2018, 20:41

Enjoy the Moment

Staz


A atmosfera entre nós era densa o suficiente para se tomar como se fosse um sorvete. Daqueles bons, feitos com leite ao invés de água. Não havia muito o que eu pudesse fazer para mudar isso, então optava por interagir só o necessário com ela. Gostaria de poder simplesmente trocar de lugar com o moleque para que eles pudessem se comunicar, contudo já havíamos chegado à conclusão de que eu deveria estar no controle durante o treino. Com o intuito de pegar algo para comer, fui até o salão do hotel e acabei encontrando o loiro lá, enchendo a cara no maior estilo "bêbado eu tô melhor que sóbrio". Ha, por essa eu não esperava. Achei que ele iria ficar do lado do cozinheiro até que ele estivesse cem por cento recuperado, afinal, eles pareciam ter uma relação fraterna desde que eu os conheci. Do mesmo modo que havia o notado, pensei que ele também me notaria e poderia até me chamar para se juntar a ele ou algo do tipo. Porém, aparentemente ele estava alterado demais para me notar. - O que o álcool não faz com o cidadão, né? Ainda bem que a gente ainda não bebe. - * Espero que esse "ainda" tenha sido só uma piada. Bebidas alcoólicas e drogas estão fora de questão. Manter um corpo saudável... * - MEU DEUS, cala a boca! O cara não pode mais nem ser sarcástico que já toma um sermão. É por causa disso que o país não vai pra frente. - * E voltamos com as falas sem noção. *

Sem interação por parte de Ryu, deduzi que ele só queria encher a cara em paz e eu deveria continuar com o que estava fazendo. Assim, peguei um sanduíche que me parecia apetitoso e o chá que Umika havia pedido e voltei ao quarto. Devo mencionar rapidamente o fato de que saiu tudo no 0800 por conta do crachá VIP. Isso com certeza disparava algumas ideias interessantes em minha mente. - É uma ferramenta surpresa que usaremos mais tarde. - Entreguei a bebida da garota e passei a saborear minha refeição com gosto. A comida sempre tem um gosto melhor quando você come ela depois de ralar muito ou quando é de graça. Nesse caso, as duas situações se aplicavam. Quando terminei de comer, fiz minha higiene bucal e repousei na cama, pronto para dormir até o dia seguinte. Com tudo que estávamos passando, dormirmos juntos na mesma cama parecia um pouco demais. Mesmo assim, pegamos no sono.

Ao acordar na manhã seguinte, conseguia com sucesso sair do quarto sem acordar a jovem e descer até o primeiro andar. Lá, pasmem, vi novamente nosso amigo pinguço em sua jornada pelo doloroso e enjoativo mundo da ressaca do dia seguinte. Eu nunca bebi, mas já era acostumado a ver esse tipo de coisa. Abraham vez ou outra tomava algumas doses, não tantas a ponto de ficar um lixo do jeito que o loiro estava, mas mesmo assim, algo que sempre acontecia no dia seguinte era a tal ressaca. Dica: Não tenha aulas com alguém de ressaca. Qualquer coisa, literalmente qualquer coisa, que você fizer vai soar alto demais para a pessoa e você vai acabar tomando um bicudo nas costelas. Não que eu não tomasse um normalmente nos treinos, contudo, nesses dias era bem pior. Fora o chororô que constantemente se repetia. "Urg, meu estômago." "Meu deus, minha cabeça." "Nunca mais eu bebo." "Quando essa sala parar de girar..." Agora que eu lembrei disso, era bem engraçado. Minha curiosidade sobre como aquilo progrediria aumentava e eu pararia por um momento. - Vamos pensar um pouco. Tomando como base o que ocorreu com o post passado, eu não vou nem tentar treinar. Pelo menos, não do jeito que planejei. Tirando isso da equação, o que diabos me resta a não ser aproveitar esses shows que constantemente vêm aparecendo para mim? Acho que está na hora de relaxar com pompa. Talvez não tanta. -

Primeiramente, jogava fora a ideia de sair para treinar e me dirigia até uma das mesas do local. Era hora de um bom café da manhã enquanto observava o que Ryu faria por ali. Escolheria a mesa a dedo, de modo que esta me permitisse uma boa visão de onde o loiro estava. Sentaria-me ali e chamaria o garçom para que este viesse anotar meu pedido. - Bom dia! Vou querer duas torradas, um suco de graviola e uma maçã, por favor. Ah, e uma vasilha grande de pipoca coberta com cheddar. - Esboçaria um sorriso simples, porém sincero. Me sentia ótimo por poder realizar um de meus hobbys de uma maneira tão agradável. Quando a comida chegasse, passaria a consumir as torradas junto do suco, deixando a maçã e a pipoca de lado por enquanto. Mesmo que Ryu deixasse o local, apenas esperaria com a paciência de Jó até ele voltar. E sim, ele voltaria. Meus poderosíssimos instintos me diziam que ele ainda não havia comido nada, então logicamente ele viria até aqui para pegar algo. Se, por sorte, o espécime número dois "Jacob" aparecesse por lá também, dividiria minha atenção entre ambos e vez ou outra daria uma mordida na maçã para continuar com meu café da manhã. Contudo, se algum deles saísse para algum lugar, daria prioridade em seguir o cozinheiro, já que teria a chance de testemunhar outro momento cômico com sua akuma.

Histórico:
 

____________________________________________________

* Pensamento * (Buzz)
* Pensamento * (Staz)
- Fala

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Primeiro Ato: Prelúdio
Segundo Ato: Rebirth
Terceiro Ato: The Swordless Knights
Quarto Ato: Caught in the Spider's Web
Quinto Ato: The Round Table
Voltar ao Topo Ir em baixo
Hoyu
Olhos de Deus
Olhos de Deus
Hoyu

Créditos : 76
Warn : Quarto Ato: Caught in the Spider's Web. - Página 9 10010
Masculino Data de inscrição : 27/04/2013
Idade : 20
Localização : Grand Line - Jingle Bell Island

Quarto Ato: Caught in the Spider's Web. - Página 9 Empty
MensagemAssunto: Re: Quarto Ato: Caught in the Spider's Web.   Quarto Ato: Caught in the Spider's Web. - Página 9 EmptySex 06 Jul 2018, 21:24




Briga de irmãos!


  • Todos


Todos, com exceção de Umika, acordavam no dia seguinte pouco depois dos primeiros raios de sol iluminarem o dia. A neve já havia desaparecido, não deixava nem rastros da nevasca que havia acontecido, e um clima quentinho tomava conta do lugar, muito mais aconchegante. Sendo o primeiro a acordar, Staz ia até o salão/refeitório, onde via Ryu acordando após uma noite de bebedeira. Enquanto o loiro se retirava para se arrumar em seu quarto, o jovem de cabelos brancos fazia seu pedido de café da manhã. O garçom ia anotando tudo sem expressão, até ouvir sobre as pipocas, e arregalou os olhos surpreso, mas decidiu não questionar e se retirou.

No quarto, a primeira coisa que Ryu fez foi tomar um banho para tirar o cheiro de álcool que impregnava seu corpo. A água quente o fazia relaxar, e diminuía momentaneamente a dor de cabeça, mas logo que o banho terminou a dor voltou novamente. Depois de se arrumar de modo a ficar minimamente apresentável e voltar para o salão de jantar, onde viu Buzz comendo seu café da manhã com um balde de pipoca do lado, Ryu pode ver Li Wan e Jacob descendo as escadas e indo até ele. Os dois havia sido, com exceção de Umika, os últimos a acordarem, e logo os dois irmãos ficaram frente a frente no salão. Poucas palavras foram trocadas, pois ambos sabiam o que precisava ser feito. Era a hora de mostrar um para o outro o quanto haviam crescido e amadurecido. Desse modo, ambos se retiraram, saindo pela porta da frente e indo para a área aberta em frente à Estalagem.

Vendo que os dois saiam, Staz logo tratou de se levantar e ir atrás deles, mas antes de sair viu Umika descendo as escadas também. Ela estava um pouco atrasada, mas via que algo iria acontecer e acompanhava o medico, aproveitando a oportunidade para pegar algumas pipocas do balde de plástico que o jovem carregava consigo. Lá fora, Li Wan estava ao lado de Jacob, mas não dizia nada. Era nítido que ela não achava aquilo uma boa ideia, mas não conseguiria convencer Jacob do contrário. Só os restava sentar e esperar.


Legenda:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.][Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Grupo:
 


2017:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jacob Allan
Super Nova
Super Nova
Jacob Allan

Créditos : 25
Warn : Quarto Ato: Caught in the Spider's Web. - Página 9 10010
Masculino Data de inscrição : 19/08/2015
Idade : 27
Localização : Bingo Bingo Island - 2ª Rota

Quarto Ato: Caught in the Spider's Web. - Página 9 Empty
MensagemAssunto: Re: Quarto Ato: Caught in the Spider's Web.   Quarto Ato: Caught in the Spider's Web. - Página 9 EmptyQua 11 Jul 2018, 14:58

A Cozinha é uma guerra!

Cooking Fight!







Meu ombro ainda estava machucado, podia sentir as contrações e pulsações do mesmo, não poderia exagerar, mas não deixaria de dar tudo de mim naquele momento. Não era nada feliz perceber que era fraco para os inimigos que teria de enfrentar, não era nada agradável se ver encurralado e não poder ajudar e por isso chegou a hora de usar tudo que eu sabia mas não me julgava pronto.

Encarando Ryu com um olhar sereno e serio começava a tirar as minhas vestimentas afastando assim também Li-Wan enquanto falava para meu irmão com uma voz firme mostrando que naquele momento ele teria o meu máximo:



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


— Eu estava com "cagaço" de usar isso mas não vejo por que não, já tinha cansado de aprender como se faz, mas não achava que era algo do meu " Groove ", hoje Aniki-Boy, você ira ser preparado como um "File Mingnon"...transa do que estou falando?



Estava sério, era a primeira vez em muito tempo que meu sotaque estranho não afetava quando eu falava com meu irmão, usaria todas as minhas capacidades, todos os meus conhecimentos, meu irmão agora era meu prato principal.

As mãos foram nos bolsos da calça e colocaram as soqueiras e enquanto as roupas caiam no solo, meu corpo estava desnudo na parte de cima, as cicatrizes, os machucados estavam expostos, mas acima de tudo, meu símbolo de persistência continuava em minhas costas, O Touro.

O meu corpo esculpido para ser um escudo mostrava que eu estava pronto para brigar ao máximo e foi com ele assim livre de artimanhas que continuei a falar e explicar o que estava por vir:



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


— A cozinha é uma guerra, uma arena que ganha aquele com melhor capacidade de preparar os pratos, mas a cozinha também nos ensinar a transformar as adversidades em renovação, nos faz aprender a preparar tudo. Esse é o meu novo poder irmão, conheça o Cooking Fight...pois você está na minha cozinha.


Ryu poderia sentir a " presença " de minhas palavras, meus músculos saltariam e meus olhos focariam em meu irmão, como um "beserker" utilizando-se de sua fúria colossal eu podia sentir meus músculos saltarem, meu corpo consumir meus nutrientes para me tornar algo maior, pelos pelo meu corpo sairiam, a altura aumentaria os músculos dobrariam e logo então estaria falando enquanto me transformava no homem Bisão:




[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


— Você está pronto para isso Aniki-Boooy?


Minha voz mais grossa indicaria a minha transformação, meus punhos levantados o meu preparo e meu olhar desafiante o meu passo seguinte e seria nesse momento que eu partiria para cima de meu irmão com todo o empenho e fúria, pronto para prepará-lo, pois agora ele experimentária o COOKING FIGHT!

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

bichaelson



Menu Completo:
 

Historico Afro:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Pedrão
Civil
Civil
Pedrão

Créditos : Zero
Warn : Quarto Ato: Caught in the Spider's Web. - Página 9 10010
Masculino Data de inscrição : 15/10/2015

Quarto Ato: Caught in the Spider's Web. - Página 9 Empty
MensagemAssunto: Re: Quarto Ato: Caught in the Spider's Web.   Quarto Ato: Caught in the Spider's Web. - Página 9 EmptyQua 11 Jul 2018, 21:54




RISE OF THE DRAGON


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Observando o ero cook começar a tirar o paletó, o sorriso no canto dos meus lábios se desfez. Esse simples ato demonstrava o quanto aniki levaria a sério esse simples treino, e claro, eu também precisava fazer minhas preparações, não somente físicas, mas também mentais. Primeiro alongaria os braços, em seguida as pernas. Com alguns pequenos saltos, lançaria alguns jabs rápidos e precisos, mas sem muito impacto. Apesar das duras batalhas e ressaca de ontem, meus movimentos estavam normais, e a exaustão mental também tinha desaparecido.

- A cozinha é uma guerra... Então essa foi sua decisão.


Talvez mais do que ninguém ali presente, eu entendia exatamente o que aquelas poucas palavras significavam. Entre os companheiros do meu oyaji, o tio Obeha era conhecido pelo seu estilo de combate brutal e impiedoso, mas o que mais chamava atenção era o fato dele tratar seus inimigos como alimentos. Eu nunca vi esse estilo em prática, mas pelas palavras do velhote eu já imaginava o que vinha pela frente.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


- O tio Obeha encontrou um ótimo sucessor. – Sorri ao sentir a aura ameaçadora emanando do corpo do meu bro. Diferente do aniki, que estava pronto para herdar de corpo e alma o estilo do tio Obeha, eu planejava trilhar um caminho diferente, e muito provavelmente mais difícil. O estilo de boxe do meu pai e também a sua filosofia, sempre foi a minha base, e embora estivesse enraizado tanto na minha alma quanto nos meus punhos, eu não podia me ater apenas a um único conceito.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


- Ryu, no nosso boxe técnica é importante, mas o mais importante é à força dos seus punhos. Você tem que torná-los afiados como uma lâmina e poderosos quanto o aço. No entanto, diferente de mim, você não deve se limitar somente a eles em um combate, longe disso. Essas não podem ser suas únicas armas!

A razão pela qual eu estou lhe ensinando não é apenas para passar o meu conhecimento a uma geração futura, mas sim porque eu tenho esperança de que você irá um dia alcançar algo que nem mesmo o seu velho aqui não conseguiu.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


- Ryu, você tem a alma de um verdadeiro guerreiro. O boxe irá abrir o seu caminho, mas serão suas escolhas que determinarão até onde você irá chegar.


Os ensinamentos do oyaji como sempre estavam certos. Depois de tantos anos eu lembrava como se fosse hoje as palavras que naquela época não faziam muito sentido. Olhando para os meus punhos fechados, a saudade rasgou o meu peito dificultando a minha respiração. Eu já tinha tomado a minha decisão, e embora eu soubesse o que fazer, havia uma ligeira hesitação. A partir daquele momento eu trilharia um caminho diferente do de um boxeador.

Dobrando a perna direita próxima ao corpo, me equilibraria na esquerda ajustando o meu balanço. Em seguida, com um movimento lento e ao mesmo tempo suave, chutaria o vazio com a direita desferindo um golpe longo e alto, mantendo-a esticada por alguns segundos. Até hoje eu tinha usado meus membros inferiores como um complemento para ocasiões especiais - quando eu não tinha escolha -, entretanto, eles nem de perto se comparavam a força dos meus punhos. A partir de hoje eu não me dedicaria somente aos meus punhos, mas também as minhas pernas.


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


- Aniki, esse é o caminho que eu escolhi.


Com um soco eu seria capaz de rasgar os céus

Com um chute eu seria capaz de abrir fendas na terra.



Off: Enfim chegamos ao final de mais uma aventura. Bom, meu último post é apenas um prelúdio ao inicio do treino que acontecerá de fato no início da próxima aventura (já que não tenho o estilo de combate novo ainda).

Histórico de Pedrão:
 
Codigo do Caçador:
 


(As imagens são ilustrativas)





Quarto Ato: Caught in the Spider's Web.

____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
BuzzB
Pirata
Pirata
BuzzB

Créditos : 83
Warn : Quarto Ato: Caught in the Spider's Web. - Página 9 10010
Masculino Data de inscrição : 03/04/2016
Idade : 21
Localização : Nos anais do Acre

Quarto Ato: Caught in the Spider's Web. - Página 9 Empty
MensagemAssunto: Re: Quarto Ato: Caught in the Spider's Web.   Quarto Ato: Caught in the Spider's Web. - Página 9 EmptyQua 11 Jul 2018, 22:22

Continue...

Staz


Talvez fosse disso que eu estivesse precisando. Esquecer um pouco as responsabilidades, aproveitar uma boa refeição e observar o cotidiano das pessoas à minha volta já parecia estar tendo resultados no meu humor. Sentia-me mais leve e mais alegre que antes, fora o fato de que o fluxo de piadas ácidas em meu cérebro restaurava seu ritmo caótico. Continuava aproveitando o momento enquanto esperava o loiro voltar e os outros personagens aparecerem. Com exceção de Umika, todos os atores haviam se reunido e preparavam-se para subir no palco. - As coisas estão ficando mais animadas. Perfeito! - Diria em tom baixo, dando pequenas palmas usando mais as pontas dos dedos que a palma da mão em si. Ao notar que eles estavam se dirigindo para fora do local, me levantei da cadeira e passei a segui-los com meu fiel balde de pipoca. Bem neste momento, a jovem navegadora resolveu aparecer e se aproveitou de minha nobreza para pegar um pouco do aperitivo que carregava. - Eu sempre ME imaginei fazendo isso com alguém... Fica pra outra oportunidade, então. Melhor ficar de olho na sua comida daqui pra frente. Um pouco dela pode acabar sumindo do nada... - Mostraria um sorriso travesso e piscaria o olho na direção da jovem, demonstrando que aquilo era apenas uma brincadeira.

Esperaria que eles escolhessem o local onde iriam ficar e procuraria uma árvore que estivesse um pouco afastada, ao mesmo tempo que não tivesse nada que bloqueasse me campo de visão caso eu ficasse próximo à ela, para assistir dali tudo que se passaria. Sentaria-me sob a sombra da planta e esperaria Umika fazer o mesmo, antes de colocar o balde de pipoca entre nós dois para que ambos tivéssemos acesso a ele. Retiraria algumas poucas e poria-as na boca, mastigando-as devagar e testando o sabor para saber se precisaria de sal ou não. Contudo, mesmo que estivesse precisando de um pouco mais de tempero... Pera, sal é tempero? Enfim, não é como se eu fosse sair dali e perder o show. Mesmo não estando muito agradável ao meu paladar, havia pegado aquilo mais pela beleza estética que teria na cena do que pelo gosto. Afiaria meus ouvidos para tentar ouvir cada palavra que eles diriam e prestaria atenção na movimentação de ambos. Algo me dizia que haveriam surpresas por ali. Eu me recusava à acreditar que eles só queriam trocar socos um com o outro sem nada pra acrescentar. Se era só pra sair quebrado, porque não ir atrás da tal aranha-mãe logo? Aproveitava e eu já fazia os caixões com a minha habilidade. Jogava eles no mar ou enterrava na areia da praia, sabe? Simplicidade! - Afinal, uma vaca peluda com uma tatuagem bolada e um buff foda nos status e um loiro de ressaca, os dois à oitenta por hora, quem ganha? - * Não que isso tenha feito sentido, mas deu pra entender o que você quis dizer. Acho que aqui a zoan vai ser o diferencial que vai dar a vitória ao cozinheiro. Mas quem sabe? Talvez o loiro surpreenda. *

Eu não conhecia nenhum dos dois a muito tempo. Melhor eu reformular. Eu não conhecia ninguém ali a muito tempo, mas pelo que já tinha visto, sentia o cheiro de introdução a algo novo ou um segredo-não-tão-secreto-assim-mas-ainda-assim-desconhecido. - Tá parecendo que isso vai levar um tempo. Talvez dê pra aproveitar e tentar fazer algo que tá na minha cabeça desde que eu li sobre essa fruta. - Sabe, talvez o que mais pesou para que eu comesse esse fruto foi a habilidade de poder criar e manipular o melaço para fazer objetos e formas variadas. Claro, ser intangível na maior parte do tempo é bem legal, porém eu era uma espécie deturpada de artista/piadista/sadista/capitalista com leves tendências à psicopatia, o que casava completamente com essa vibe de esculturas e coisas do tipo. Colocaria mais um punhado de pipoca na boca e juntaria minhas mãos como se fosse disputar uma queda de braço comigo mesmo. Enquanto mastigava, fecharia os olhos e me concentraria em duas coisas específicas. A primeira seria produzir o melaço entre minhas mãos. Não precisava ser muito, já que eu não pretendia, e nem conseguiria, fazer algo muito grande. O suficiente para encher uma das mãos já seria o suficiente para aquilo. A segunda parte seria moldar aquilo para que tomasse a forma que eu desejava. Me concentraria na substância em minhas mãos e imaginaria-a se movendo, indo de um lado para o outro, girando, esticando, e assim que sentisse que ela havia se movido, imaginaria ela começando a tomar uma forma específica. Um corpo mais rechonchudo, orelhas longas, grandes patas traseiras, um rabinho em forma de esfera, uma cabeça meio oval e um par de dentes proeminentes. No fim, esperava muito abrir as mãos e ver um coelhinho, ao invés de um acidente de triciclo com betoneira. Caso conseguisse, mesmo que na sorte, fazer o animal, tentaria endurecê-lo e mostraria ele para Umika, deixando que a garota pegasse caso quisesse. Caso ela não se interessasse ou apenas não o pegasse, olharia-o com um olhar detalhista e passaria à procurar os erros que provavelmente havia cometido, para assim saber o tanto que necessitava melhorar naquilo. - Pra quem quer que esteja se perguntando, isso aqui é um easter egg. Vocês vão entender no futuro, não se preocupem. Continua no próximo episódio... DÃÃÃÃÃÑNNNNNNN!!-

Histórico:
 

____________________________________________________

* Pensamento * (Buzz)
* Pensamento * (Staz)
- Fala

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Primeiro Ato: Prelúdio
Segundo Ato: Rebirth
Terceiro Ato: The Swordless Knights
Quarto Ato: Caught in the Spider's Web
Quinto Ato: The Round Table
Voltar ao Topo Ir em baixo
Hoyu
Olhos de Deus
Olhos de Deus
Hoyu

Créditos : 76
Warn : Quarto Ato: Caught in the Spider's Web. - Página 9 10010
Masculino Data de inscrição : 27/04/2013
Idade : 20
Localização : Grand Line - Jingle Bell Island

Quarto Ato: Caught in the Spider's Web. - Página 9 Empty
MensagemAssunto: Re: Quarto Ato: Caught in the Spider's Web.   Quarto Ato: Caught in the Spider's Web. - Página 9 EmptyQui 26 Jul 2018, 23:24

 





O fim do inicio!

Saindo da instalação, o grupo dia ver alguns pingos do que parecia ser sangue quase imperceptível nas tabuas de madeira da Estalagem, como se alguém tivesse feito uma limpeza improvisada. Do lado de fora, uma parte da floreta parecia ter sido incendiada, apesar do fogo já ter passado; eram só algumas árvores, na realidade, mas chamava atenção. Entretanto, nada disso importava. Os dois irmãos estavam frente a frente um com o outro, prontos para começarem a brigar, enquanto Staz e Umike paravam para assistir. Mais do que uma briga, aquilo seria a forma de mostrarem um para o outro o quanto cresceram.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
 


Avaliação:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.][Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Grupo:
 


2017:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Quarto Ato: Caught in the Spider's Web. - Página 9 Empty
MensagemAssunto: Re: Quarto Ato: Caught in the Spider's Web.   Quarto Ato: Caught in the Spider's Web. - Página 9 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Quarto Ato: Caught in the Spider's Web.
Voltar ao Topo 
Página 9 de 9Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Grand Line - Paradise (Paradaisu) :: Ilha Aracne-
Ir para: